Thursday, August 20, 2015

Internet de graça no aeroporto e outros lugares onde esta deveria ser gratuita.

Então você meu amigo que curte uma sujeirice também está frustado com o fato de que todo aeroporto (pelo menos os do RJ, SP e POA que foram onde já estive) só possuir uma internet que é 0800.

Só que não existe almoço grátis então essa porcaria te desconecta em 1h ou menos e depois te exibe uma mensagem pagã falando que você tem que pagar para permanecer conectado, sem contar a fortuna (do meu ponto de vista) que isso custa.

Claro que isso para você cavaleiro digital é um tremendo ultraje e você não vai aceitar isso nem nos seus piores dias: você cavalga a máquina, não o contrário.

O servidor que libera o acesso a internet precisa saber quem você é para te bloquear após um certo tempo. E isso é feito da forma mais primata possível: registrando seu endereço MAC da sua interface.

Então e se eu mudar o MAC da placa manualmente eu serei uma nova máquina para o servidor ?

Claro que sim, até onde minha igorância alcança, pois duvido que vão investir em qualquer tipo de certificação digital ou outra artimanha para frear esse tipo de futilidade (você).

Para fazer isso no Linux, abra o terminal e digite:

ifconfig

Será exibida uma lista das interfaces ativas como a seguir:



Repare que meu pc possui 2 interfaces: eth0 e wlan0, ambas ativas (UP), sendo que só estou utilizando a wlan0 (wireless - que no seu pc talvez seja wlan1, wlan2, não importa, apenas se certifique de qual você está usando na conexão ativa) para a conexão wi-fi.

Relembrando apenas que "ifconfig -a" mostrará todas as interfaces disponíveis, ativas ou não, enquanto apenas "ifconfig" mostrará as interfaces ativas (UP).

Repare na linha sublinhada:

ether 48:5a:b6:ee:24:66 .... só isso importa. Isto é o número de identificação único da sua placa de rede, seu MAC Address, composto por 12 digitos hexadecimais, sendo que os 3 primeiros conjuntos (48:5a:b6) identificam o fabricante, e o restante o modelo e número de fabricação e é através dele que o servidor do aeroporto no caso identifica que você já se divertiu o bastante e corta seu barato. Para alterar o endereço MAC no linux é simples:

Em primeiro lugar abaixe a interface, o que significa que você vai se desconectar, claro:

ifconfig wlan0 down

Logo após:

ifconfig wlan0 hw ether 40:11:7e:9f:8d:4B

Nesse caso, escolhi 40:11:7e:9f:8d:4B, mas voce poderia apenas alterar os 3 últimos conjuntos do MAC original (ee:24:66 para ee:24:67) e comumente seria o suficiente. Digo comumente pois aparentemente nem todas as combinações são aceitas, ou por já estar serem usadas (o que seria uma coincidencia boa já) ou por os endereços MAC passarem em algum ponto por uma checagem de validade como aquelas dos sites que geram numeros de cpf válidos. Mas enfim, não será preciso variar muito para atingir nosso objetivo. Após isso, suba a interface novamente com o novo MAC:

ifconfig wlan0 up 

(apenas lembrando que o próprio gerenciador de conexão -o wicd no meu caso- levanta a interface caso esta exista e esteja abaixada apenas)

Pode-se observar agora a placa com um novo endereço:




Agora normalmente basta tentar reconectar, embora em alguns casos eu estivesse tendo que reiniciar o pc e inserir o novo MAC para obter sucesso, mas então em meus devaneios acredito que seja o caso de limpar a tabela de roteamento da cache (ainda não testei essa parte, em breve edito aqui, até lá reinicie o pc se não der certo mesmo).

É isso meus imundos, e nunca mais pague por um serviço que deveria ser gratuito - o primeiro de muitos é claro.

Até a próxima galera e depois ensino a mesma treta no windows to na ânsia de estrear isso aqui !

Hack, and the worlds hack with you.